5 dicas para organizar o dinheiro do seu negócio

Ter um bom planejamento financeiro é fundamental para qualquer empreendedor que quer ter sucesso. Confira nossas dicas sobre o assunto

Independente do tamanho e área de atuação da sua empresa, uma coisa é certa: organizar o dinheiro do seu negócio é imprescindível para ter bons resultados. Com as finanças em ordem você consegue ter controle sobre o seu fluxo de caixa, planejar investimentos para o negócio e evitar prejuízos no faturamento.

Mas, apesar de saber da importância do assunto, muitos empreendedores ainda pecam na hora de lidar com dinheiro. Principalmente para aqueles que estão começando, pode ser muito difícil organizar a casa e otimizar as finanças.

Pensando nisso, abaixo listamos cinco dicas de ouro para você organizar o dinheiro do seu negócio sem sofrimento. Essas dicas valem igualmente seja você um micro, pequeno ou grande empreendedor.

Vamos lá?

1. Tenha uma conta própria para o seu negócio

A primeira dica pode parecer óbvia, mas justamente por ser tão óbvia acaba passando batido por muitos empreendedores.

Ao decidir empreender, é muito comum que se comece utilizando a própria conta bancária para as operações. Afinal, é mais fácil. Mas sabe aquele ditado “o barato sai caro”? Cai como uma luva aqui. Optando por essa comodidade você está automaticamente começando o empreendimento de forma desorganizada. E correndo maior risco de perder dinheiro.

É importante que você separe suas finanças pessoais das finanças do negócio e tenha uma conta própria para sua empresa. Assim, além de conseguir controlar de perto a entrada e saída de dinheiro e ter extratos organizados, você também passa mais credibilidade para clientes e fornecedores. Se você fizer parte de uma sociedade, então, essa dica é ainda mais importante.

2. Tenha um orçamento bem definido

Ser empreendedor é estar constantemente lutando para equilibrar vários pratos. Você precisa se preocupar com produtos, fornecedores, logística, marketing, equipe, etc. E dentro de cada negócio, existem prioridades.

Você precisa saber quais são suas prioridades e objetivos para, a partir disso, traçar um orçamento bem definido. Lembre-se que por mais que você tenha muitos planos e sonhos para o seu negócio, o orçamento deve ser realista. Assim você estabelece o quanto pode gastar com cada pratinho.

Além disso, ter um orçamento também é importante para você saber por quais valores pode transitar durante uma negociação, por exemplo. Isso ajuda você a se manter na linha, muitas vezes conseguindo fazer mais com menos, evitando prejuízos.

3. Tenha uma reserva de emergência

A pandemia está aí para mostrar que até o mais inimaginável dos cenários pode acontecer quando menos esperamos. E é dever do empreendedor se prevenir do máximo volume de riscos possível, do contrário seu negócio pode quebrar.

Por isso, por mais que a sua empresa esteja caminhando bem no curto prazo, seja prevenido. Se você está começando, dedique-se a criar uma reserva de emergência antes de pensar no lucro. Pode ser algo difícil de fazer, mas você com certeza vai dormir mais tranquilo sabendo que tem algo em que se apoiar.

Além disso, ter essa reserva pode evitar que você precise de empréstimos e se afunde ainda mais em dívidas caso a coisa fique feia.

4. Tenha ferramentas para monitorar o controle financeiro de perto

Anotar o que você ganha e gasta em um bloquinho de papel não é o ideal para controlar as suas finanças, certo? Você precisa ter uma ferramenta que otimize seu tempo e que guarde as informações com maior segurança.

Por isso, utilize aplicativos de controle financeiro ou até mesmo planilhas. O importante é que seja lá qual for a solução que você escolher, ela esteja sempre atualizada e pronta para consulta. Não deixe de manter os dados atualizados porque isso pode virar uma bola de neve difícil de reverter.

5. Desenvolva sua inteligência financeira

Ter inteligência financeira é o que realmente separa as pessoas que têm sucesso financeiro das que não têm. Isso porque, independente do quanto você ganha, se você não se preocupa em otimizar o seu dinheiro, vai acabar com os bolsos sempre vazios.

Temos alguns princípios básicos para seguir aqui, como:

– Tenha disciplina para poupar e investir, não saia gastando tudo o que ganha;

– Tenha objetivos financeiros de curto, médio e longo prazo, que guiem suas ações no dia a dia;

– Se você começar a lucrar mais, não pense em gastar mais, mas sim em fazer esse dinheiro render e voltar para você de outras formas, maximizando ainda mais os seus lucros;

– Faça investimentos de longo prazo, que retornem para a empresa direta ou indiretamente.

Para ser inteligente financeiramente você precisa ter um bom planejamento em relação ao dinheiro do seu negócio. Dinheiro é algo instável, por isso não se deixe levar pelos ganhos e tenha sempre os pés no chão.

Esperamos que essas dicas ajudem você a organizar o dinheiro do seu negócio. E se tiver mais alguma boa prática para compartilhar com outros empreendedores, deixe nos comentários!